Bom Caminho - em busca das veredas antigas

Tim Keller - foto

3 Perguntas para Tim Keller

Tim Keller (entrevistado por Garrett E. Wishall)

Tim Keller

Pergunta: O que os pastores precisam fazer para conduzir o rebanho para longe da idolatria e para perto da semelhança com Cristo?

Tim Keller: O tema da idolatria é muito mais sutil e complexo do que eu possivelmente poderia comunicar em minha palestra na Conferência da Gospel Coalition (Coalizão pelo Evangelho). Eu fiz uma alusão ao fato que a idolatria é, às vezes, tratada na Bíblia sob o título de adultério espiritual. Também é citada, às vezes, sob o título do domínio e da escravidão espiritual. Quando Paulo fala sobre aqueles que são escravos do pecado: todas essas categorias estão falando, na verdade, sobre idolatria.

A maioria dos pregadores se sente assim: "Se eu for pregar sobre ídolos, eu tenho que dizer às pessoas o que um ídolo é." O que eles não têm em mente é que a idolatria está na raiz de todos os nossos problemas psicológicos, problemas morais, questões culturais, e até das nossas questões políticas. É um assunto espalhado por toda a Bíblia. Por exemplo, no final de 1 João 5, embora ídolos não fossem listados, ele vinha dizendo: "Andem em santidade", "Andem na luz", "Andem em amor", "Andem na verdade", e bem no fim ele diz "Guardai-vos dos ídolos." A palavra idolatria não está lá em lugar algum antes de chegar o último versículo. O que isso significa é que nós não pensamos com suficiente profundidade. Nós simplesmente olhamos para o nível do comportamento e dizemos: "Deixe de fazer isto, comece a fazer aquilo", e nós não percebemos que há uma razão idólatra por trás de cada questão de comportamento. Por exemplo, por trás da convicção de que mulheres deveriam ser ordenadas está o desejo por poder e uma paixão por sentir-se no comando.

"O que eles não têm em mente é que a idolatria está na raiz de todos os nossos problemas psicológicos, problemas morais, questões culturais, e até das nossas questões políticas."

Para adquirir uma compreensão do alcance da idolatria eu diria que a primeira coisa que você precisaria fazer é adquirir uma melhor compreensão do sujeito. A maior parte do material da Christian Counseling Education Foundation (CCEF – Fundação para Educação e Aconselhamento Cristão) sobre "mudar" fala sobre idolatria, particularmente sobre ídolos psicológicos. Você poderia ler um cristão politicamente liberal ou um conservador político para entender o que está acontecendo na cultura. Há um bocado de outros livros que estão sendo produzidos atualmente sobre a idéia de idolatria na igreja... e eu penso que o que um ministro precisa fazer é colocar essas coisas na sua circulação sangüínea de forma que ele sempre esteja pregando com a idolatria em mente. Eu acredito que você precisa entender o conceito em profundidade e então ele influenciará o modo pelo qual você prega e o modo pelo qual você pastoreia.

 

Pergunta: Que salvaguardas pastores jovens têm à disposição para evitar a idolatria da fama no ministério e a atitude de ”grandes números é igual a sucesso”?

Tim Keller: Se você sabe que isso é um perigo, já é um começo muito importante. Além disso, quando você se acha extraordinariamente desencorajado porque as coisas não estão evoluindo ou as pessoas não estão escutando, você precisa se examinar. Você tem que perceber que "Esta é uma dose irregular de desânimo que revela a idolatria da justificação através do ministério." Ou seja, você diz que acredita em justificação pela graça, mas você sente e age como se acreditasse em justificação por meio do ministério. Você precisa reconhecer que está fazendo um tipo de ídolo a partir do ministério. Quando você experimenta um desânimo irregular porque as coisas não vão indo bem, você precisa dizer: "Tudo bem estar desencorajado, mas não nesse nível. Este é um desânimo que conduz à idolatria" e então você se arrepende.

"Ou seja, você diz que acredita em justificação pela graça, mas você sente e age como se acreditasse em justificação por meio do ministério."

Além disso, ídolos criam um mundo de fantasia. Você pode achar que está pensando em estratégias de ministério, mas talvez você só esteja fantasiando sobre sucesso. Assim tenha cuidado quanto a sonhar acordado sobre sucesso, sobre aquilo que você gostaria que acontecesse. Porque isso é realmente um tipo de pornografia. Você está, na verdade, pensando em uma igreja bonita e em pessoas aplaudindo. Tenha cuidado sobre fantasiar muito sobre sucesso no ministério, e sonhar com isso, e pensar em como será.

 

Pergunta: Quais são seus elementos favoritos e não tão favoritos na cidade de Nova Iorque?

Tim Keller: Nova Iorque é o melhor lugar para se viver. Como diria minha esposa, não há nenhum lugar melhor para morar no mundo inteiro contanto que você tenha alguém atrás de você com um carrinho de mão cheio de dinheiro. O que eu gosto na cidade é a sua diversidade e vitalidade, mas o que eu não gosto, francamente, é o custo de vida.

 


Fonte: Extraído do Towers Online - jornal do Southern Baptist Theological Seminary. Entrevista realizada em 19 de maio de 2009. Tim Keller é pastor sênior da Redeemer Presbyterian Church em Manhattan, N.Y.


Tradução: Juliano Heyse


Fale conosco: mail@bomcaminho.com.

; 2007 Bom Caminho